terça-feira, 22 de março de 2011

Pão Diário - Outono

LEITURA BÍBLICA
Eclesiastes 12.1-4

Já fui jovem e agora sou velho, mas nunca vi o justo desamparado (Sl 37.25).

Descrevendo curvas sinuosas ao sabor da brisa, as folhas do outono, amarelas e ressequidas, despencam uma a uma da copa das árvores para o seu destino final: o tapete das folhas.
Chegou o outono! Foi-se o verde das árvores anunciando que o esplendor do clima já declinou no relógio do tempo.

Há muitos que vivem o outono da vida. Já passaram os dias gloriosos da juventude e sentem falta da força física, do circular generoso do sangue. Olham-se no espelho e vêem cabelos grisalhos, sinais de que se avizinha o ocaso da vida. Para o ser humano é uma fase crítica, se não dramática, de sua existência. Ao tempo em que diminui o potencial físico, aumentam as carências de toda ordem, inclusive as econômicas, agravadas por uma aposentadoria insuficiente ou pela ausência de oportunidades de trabalho. São comuns a dificuldade do raciocínio, a diminuição da memória, o caminhar trôpego, a multiplicação das dores. Contudo, o cristão sabe como enfrentar os problemas da idade avançada. Conta não só com os recursos modernos da ciência, da medicina, dos exercícios físicos, mas, também, o que é fundamental, com o apoio da presença de Deus em sua vida. A dor física é superada pelo sorriso otimista de sua fé; a ausência de motivação, pelas oportunidades de servir ao próximo com amor cristão. O segredo de sua postura, admirada por muitos, está alicerçada na mesma base de confiança que o salmista revelou em seu coração. Deus não desampara o justo, nem a sua descendência. Socorre-o, anima-o, protege-o em seu regaço divino.

Você vive essa experiência? Tem recebido de Deus a resposta às suas crises, necessidades, aflições e lutas? O que espera mais? Lance-se em seus braços, com confiança e determinação e, através de Cristo, receba as dádivas preciosas desse Pai que tanto nos ama. Contamos com seu apoio na primavera da vida e Ele certamente não há de nos faltar na travessia do outono. - CT

A presença de Cristo no outono da vida é certeza de paz, conforto e alegria.

0 comentários:

Postar um comentário

 
;