terça-feira, 15 de março de 2011

Para Pensar


LEITURA BÍBLICA
Provérbios 19.21

Ao homem pertencem os planos do coração, mas do Senhor vem a resposta da língua (Pv 16.1).

O coração é a sede de nossa fábrica de sonhos. A vida, a grande fornecedora de matéria-prima. Com isso produzimos sem parar, realimentando a própria vida. Assim caminha a humanidade (a frase é velha, mas verdadeira). Diante do desafio da locomoção inventaram a roda, diante da escuridão se buscou a luz. Mas o sonho tem também suas complicações. Como não tem nenhum compromisso com a realidade, o sonho alimenta a ilusão, fazendo-nos correr atrás do vento. Sonhar é bom, mas viver iludido, não. 

Outra dificuldade é que, quando se sonha demais, pode-se produzir de menos, criando instabilidade. É aí que entram os planos, a tentativa de materializar o que se sonhou. Mas o que é que tudo isto tem a ver com Deus? Tudo! Ele nos criou assim: sonhadores e realizadores. Deu-nos inteligência para que pudéssemos administrar tudo isso. O problema é que o pecado se instalou no coração como os terríveis vírus que atacam os computadores, chegando a torná-los inoperantes. Por causa do pecado os sonhos já nascem com defeito de fábrica, tendendo sempre para o mal, por melhor que seja a intenção. Não foi à toa que Paulo, ao se referir à humanidade em Romanos 3, citou parte do Salmo 14 e disse: “Não há nenhum justo sequer, não há ninguém que busque a Deus, todos se desviaram, tornaram-se inúteis, não há ninguém que faça o bem”. 

Por isso precisamos de Jesus. Ele anula os efeitos do pecado e coloca-nos à disposição dos planos de Deus. Mas é preciso ter muita calma para saber se o Senhor concorda com nossos planos. Nós temos a sua Palavra; ele tem a última palavra, inclusive sobre nossos desejos. Quando nossos planos coincidem com os de Deus, o resultado é maravilhoso. Isto não significa que se realizam facilmente, mas acontecem e honram a Deus. Como vão seus planos diante de Deus? - JED

Confie seus planos ao plano de Deus.

0 comentários:

Postar um comentário

 
;