quinta-feira, 10 de março de 2011

Temos as marcas de Cristo?

Estou preocupado com algumas coisas que creio que o Senhor tem tentado nos falar, porém sinto que estamos sendo tardios em ouvir. Quero que você, leitor, entenda que realmente creio que Deus está tentando falar conosco e nos revelar o seu coração de uma forma tremenda.
A nossa geração tem sido marcada pela santidade, pela paixão pelo Senhor, pelas frases apaixonadas, etc. Mas creio que precisamos ser marcados com muito mais. Precisamos ser marcados com as marcas de Cristo.
Paulo disse: "Levo no meu corpo as marcas de Cristo" (Gl 6.17) será que queremos como o apóstolo Paulo levar as marcas de Cristo? A minha pergunta para nós seria: Quais são as marcas de Cristo?

A palavra que Paulo usou no livro aos Gálatas para "marcas" origina-se da palavra grega stigma, uma marca que fala sobre ser propriedade de alguém ou algo. Jesus quando andou em nosso meio, nos revelou algumas marcas que estavam bem fortes em seu coração.
Vejamos algumas delas:
- Zelo pela obra de Deus
A palavra, diz que: o “... zelo pela casa do Senhor o consumiu..." (João 2.17). Podemos entender que Jesus, o Filho de Deus, era marcado pelo zelo no que dizia respeito à casa do Senhor. A Bíblia diz novamente em Mateus 21.12: "Entrou Jesus no templo, e expulsou a todos os que vendiam e compravam, e derrubou as mesas dos cambistas e as cadeiras dos que vendiam pombas.".

O que levou o Senhor Jesus a fazer isso? Acredito que foi o zelo pela casa do Pai. Com essa atitude, Jesus deixou bem claro que era marcado pelo zelo para com a casa do Pai.

Nossa geração também precisa ser marcada com o zelo pela casa do Senhor. Quando falamos a expressão "casa do Senhor" fica óbvio que não nos referimos ao prédio onde a Igreja do Senhor se reúne.


Quando vemos a impureza entrar na casa do Senhor, precisamos ter fogo em nossos corações e levantarmos com zelo pela noiva do Cordeiro. Jesus expulsou tanto os que vendiam como os que compravam. Deixe-me ser franco: Deus trará julgamento tanto sobre os que manipulam assim como sobre os que se deixam manipular. O avivamento que o Senhor está trazendo sobre sua Igreja trará este zelo de volta. É preciso que se levante uma geração de adoradores que são marcados não apenas por frases apaixonadas, mas também pelo zelo da casa de Deus.


Veremos jovens chorarem e gemerem pela santidade da casa do Senhor, e preocupa-me muito ao ver que temos sido marcados por outras coisas, e não pelas marcas de Cristo. A minha pergunta é: Será que queremos levar em nossos corpos as marcas de Cristo?

- Amor pelas nações
Outra marca que vejo que caracterizou a vida do Senhor está resumida em João 3.16: "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu único filho para que todo o que nele crer não pereça mais tenha a vida eterna". O Amor pelo mundo marcou e continua marcando o Pai a ponto de dar seu próprio filho para morrer por este mundo.

Em João 5.19, Jesus disse que: "Em verdade, em verdade vos digo que o filho por si mesmo não pode fazer coisa alguma, ele só pode fazer o que vê o pai fazendo, porque tudo o que o pai faz, o filho o faz igualmente.". Com isso, Jesus estava dizendo que o que marcava o Pai marcava também o Filho.

Então, uma das marcas no Filho era o amor pelo mundo e pelas nações. Tenho descoberto que precisamos ser marcados com um amor tremendo pelas nações a ponto de darmos o melhor.

Vejo que, muitas vezes, na Igreja, temos o departamento de missões apenas para dizermos que estamos fazendo algo para missões. O Pai amou as nações de tal maneira que deu seu único Filho. O filho amou as nações de tal maneira que se entregou. E nós, até que ponto somos marcados pelo amor pelas almas?

- Obediência
Em João 5.19, diz: “... porque tudo o que o Pai faz, o filho o faz igualmente." Já Hebreus 5.8 fala: “... embora sendo filho, aprendeu obediência por meio daquilo que sofreu...". Quando olho para Jesus no Getsêmani dizendo ao Pai “se queres passa de mim este cálice; todavia, não se faça a minha vontade, e sim a Tua" (Lc. 22.42), como eu o amo por deixar este exemplo de obediência.

Muitos têm sido rebeldes quanto às ordenanças divinas. Não são poucos os que se revoltam contra a vontade soberana de Deus em detrimento dos seus caprichos. Jesus fez justamente aquilo que o Pai requisitou. E é isso que temos que aprender com Ele.

Que levemos no nosso corpo as marcas de Cristo. Essas marcas valem mais do que os títulos que ostentamos e os status que temos entre os homens.


Fonte: Judson Oliveira

0 comentários:

Postar um comentário

 
;