quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Sobre florestas, incêndios e sentimentos


Um dia desses assisti no Discovery Channel um documentário sobre o parque nacional de Yellowstone, nos Estados Unidos, onde falavam sobre o poder devastador das queimadas e como o homem evoluiu suas técnicas e ferramentas para o combate a incêndios de grandes proporções. Mas o que realmente me intrigou foram as descobertas de pesquisadores que afirmaram que é muito mais benéfico para a natureza que o homem não interfira, ou seja, deixe a floresta queimar.

De inicio imaginei que seria mais uma falácia de cientistas despreocupados com a questão ecológica, ou aquelas pesquisas e estudos um tanto inúteis que volta e meia vemos na mídia. Mas me mantive firme e resisti a tentação de apertar um pequeno botão no controle remoto. E então o narrador começa a relatar o comportamento da flora e fauna de Yellowstone após  um grande incêndio que ocorreu em 1998. Foi observado que plantas mais antigas que estavam enfraquecidas, ou mesmo podres não resistiram e foram consumidas, assim como toda vegetação rasteira. Muitos animais foram mortos, insetos também não resistiram àquela situação caótica. Porém, para o espanto de muitos (inclusive o meu) os cientistas constataram que após este grande incêndio a floresta passou por uma incrível renovação com a instalação de novas espécies, novos ecossistemas, inúmeras pragas foram aniquiladas e o crescimento da floresta em qualidade e diversidade foi algo extraordinário.

Muitas vezes quando o caos se aproxima de nossos sentimentos, da nossa família ou até mesmo da nossa igreja sentimos um medo natural de que não venhamos a resistir, medo de sermos consumidos pelos incêndios da vida. Mas devemos ter a confiança de que Deus está no controle de todas as situações e tudo coopera para um bem maior (Romanos 8:28). 

Deixe queimar!!! Deixe Deus trabalhar, deixe-O moldar as estruturas da sua vida, consumir o que tem impedido o seu crescimento, aniquilar todo parasita ou pestes que tentam te levar a morte espiritual. As tempestades virão, vendavais virão e incêndios também virão mas a certeza é que, assim como aquela catástrofe de Yellowstone converteu-se para um crescimento espetacular, as perdas e derrotas do presente contribui para uma grande vitória que está por vir. Tenha fé, não desista prossiga para o alvo que é Cristo Jesus o nosso Senhor.

Cleiton Cardoso
twitter: @cleitoncardoso
www.facebook.com/cleicard

0 comentários:

Postar um comentário

 
;